quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Feirinha Verde do Trabalhador acontece no SINDECC nesta sexta-feira, 20 de outubro



A Feirinha de produtos naturais irá acontecer nesta sexta-feira (20/10), a partir das 07h30 e vai até às 14h. Na feirinha, teremos verduras, frutas, condimentos, bolos e comida vegetariana, tudo acessível ao trabalhador.
O SINDECC fica localizado na Rua do Norte, 38, Centro de Caruaru / PE.














terça-feira, 17 de outubro de 2017

Trabalhadores(as) do Campo (PE), participaram do 3º Congresso da CSP Conlutas


Com uma delegação de 30 delegados, a Federação dos Assalariados e a Agricultura Familiar de Pernambuco participaram efetivamente do 3º Congresso Nacional da CSP Conlutas na cidade de Sumaré (SP).


Inadmissível: portaria do governo Temer permite trabalho escravo e dificulta libertação. É preciso revogá-la com luta!

Não bastasse a Reforma Trabalhista e a lei da terceirização irrestrita, que representam a precarização total das condições de trabalho no país, nessa segunda-feira (16), o governo Temer conseguiu se superar nos ataques aos trabalhadores e publicou uma portaria que, na prática, permite o trabalho escravo no país e dificulta a fiscalização e a libertação de trabalhadores encontrados nessa situação.


A escandalosa portaria recebeu fortes críticas do MPT (Ministério Público do Trabalho) e da OIT (Organização Internacional do Trabalho) que informou que o Brasil deixa de ser referência no combate à escravidão no cenário internacional.

O texto, publicado no Diário Oficial da União, modificou a definição do que é trabalho escravo e determinou que a inclusão e divulgação de empresas na chamada “lista suja” por manter trabalho escravo só poderá ser feita com a estrita autorização do Ministro do Trabalho.

Hoje, quatro elementos podem definir escravidão contemporânea: trabalho forçado, servidão por dívida, condições degradantes (trabalho que nega a dignidade humana, colocando em risco a saúde e a vida do trabalhador) ou jornada exaustiva (levar ao trabalhador ao completo esgotamento dado à intensidade da exploração, também colocando em risco sua saúde e vida).


A nova portaria estabelece a necessidade da existência de “cerceamento de liberdade” como condicionante para a caracterização de ”condições degradantes” e de ”jornada exaustiva”, ao contrário do que está no artigo 149 do Código Penal que estabelece que qualquer um dos quatro elementos é suficiente para caracterizar esse tipo de exploração.

Dessa forma, as condições de trabalho a que estão submetidas as vítimas, por piores que sejam, passam a ser acessórias para os flagrantes de trabalho análogo ao de escravo pelos auditores fiscais e a concessão de seguro-desemprego aos resgatados. O texto da portaria obriga a todas as fiscalizações a obedecerem a nova interpretação do conceito.

A nova portaria também reforça a questão do não consentimento do trabalhador para a caracterização de trabalho forçado. Hoje, em consonância com as Nações Unidas, as operações de resgates de pessoas têm considerado o consentimento irrelevante para a caracterização. Dessa forma, mesmo que uma pessoa aceite uma proposta de trabalhar só por comida, o Estado tem a obrigação de considerar tal ato como escravidão contemporânea.

As novas regras afirmam que, para serem válidos para levarem um empregador à lista, os autos de infração relacionados a um flagrante de trabalho escravo dependem da presença de um boletim de ocorrência lavrado por uma autoridade policial que tenha participado da fiscalização. Dessa forma, a palavra final sobre a existência de trabalho escravo pode sair das mãos de auditores fiscais, especialistas no tema, e passar para a dos policiais.

A portaria ocorre menos de uma semana após a exoneração do coordenador nacional de fiscalização do trabalho escravo do próprio ministério, André Roston. Sua dispensa causou polêmica porque a mudança teria partido da base de apoio do governo no Congresso Nacional.

Moeda de troca
As mudanças feitas pela portaria são reivindicações históricas da chamada bancada ruralista do Congresso, formada por latifundiários e empresários do agronegócio. É mais um agrado que Temer faz a esse setor, em meio às novas negociatas em andamento para livrar a cara do presidente que terá a segunda denúncia por organização criminosa e obstrução da Justiça votada na Câmara.

Somente este ano, Temer tomou outras medidas que também favorecem a bancada, como o parecer que estabeleceu o chamado “marco temporal” para as terras indígenas, em que só são reconhecidos os direitos desses povos originários a partir da Constituição de 88; o afrouxamento das regras para regularização fundiárias nas terras da Amazônia que beneficiam grileiros e o perdão de dívidas do Funrural.

Os ruralistas, junto com grandes redes de varejo de roupas, estão entre os principais flagrantes de trabalho em condição análoga à escravidão no país.

Outros projetos em tramitação
Há projetos no Congresso Nacional que tentam mudar a definição do que seja trabalho escravo contemporâneo. Pelo menos três tramitam na Câmara dos Deputados e no Senado Federal a fim de reduzir os elementos que caracterizam escravidão e, portanto, a sua punição. Contam com o apoio da bancada ruralista, entre outros setores econômicos, e de nomes próximos a Michel Temer, como o senador Romero Jucá (PMDB-RR), responsável por um deles.

“Temer e esse Congresso de corruptos não têm limites. Eles seguem com o projeto de arrancar o couro da classe trabalhadora, mesmo que isso signifique permitir a escravidão, para garantir seus lucros e privilégios. Essa portaria, as reformas e outros ataques desses crápulas precisam ser barrados com luta e nas ruas. O dia nacional de greves e paralisações em 10/11, referendado por unanimidade no 3° Congresso da CSP-Conlutas, ganha ainda mais importância para impulsionar um forte processo de mobilização, rumo à Greve Geral”, afirma Joaninha Oliveira, da Secretaria Executiva Nacional da CSP-Conlutas.

Com informações MPT e blog Sakamoto
Fonte: http://cspconlutas.org.br/2017/10/inadmissivel-portaria-do-governo-temer-permite-trabalho-escravo-e-dificulta-libertacao-e-preciso-revoga-la-com-luta/



3º Congresso Nacional da CSP Conlutas - Rede Internacional Sindical


Em entrevista concedida a CSP Conlutas - PE, o camarada Américo Gomes da Rede Internacional Sindical, fala das delegações internacionais que participaram do 3º Congresso da Conlutas e dos problemas que atingem os trabalhadores tanto no Brasil como em outros países.

O 3º Congresso Nacional da CSP Conlutas é Internacional


Momento histórico no 3º Congresso Nacional da CSP Conlutas: a Internacional sendo cantada por toda plenária e uma breve fala do camarada Martín Hernández, Dirigente da LIT-QI.

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Feirinha Verde do Trabalhador





















A Feirinha de produtos naturais irá acontecer nesta sexta-feira (13/10), a partir das 07h e vai até às 14h. Na feirinha, teremos verduras, frutas, condimentos, bolos e comida vegetariana, tudo acessível ao trabalhador.
O SINDECC fica localizado na Rua do Norte, 38, Centro de Caruaru / PE.

Recuperação do Clube de Campo do SINDECC






Dando continuidade aos trabalhos de revitalização do Clube de Campo do SINDEC, no último sábado (07/09), diretores e funcionários, voltaram a arregaçar as mangas para retirada do mato do local. A ideia da direção do sindicato é revitalizar o espaço para categoria e tornar os fins de semana e feriados mais agradáveis para os comerciários.

No próximo 21 de outubro de 2017, ficou agendado um novo mutirão que será das 06h às 16h. Os comerciários que quiserem ser voluntários para ajudar na idealização deste projeto, podem confirmar na própria sede do SINDECC ou ligar para 81.3721.2894.   

Por Imprensa Sindical SINDECC



quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Cancelado: Curso de Formação em Filosofia Contemporânea II


Informamos que o Curso de Formação em Filosofia Contemporânea II - Simone Beauvoir não irá mais acontecer neste fim de semana. O Professor Romero Venâncio, por motivos pessoais, não poderá comparecer. Assim que possível, veremos uma nova data. 


Agradecemos a compreensão de tod@s.


segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Festival de Cinema de Caruaru - Quarta Edição


Inscrições abertas para as duas oficinas que acontecerão durante a quarta edição do festival de cinema daqui de Caruaru. As oficinas serão realizadas nos dias 06, 07, 08 e 09 de novembro na biblioteca do SINDECC – Sindicato dos Comerciários de Caruaru.

Inscrições abertas para oficinas. Em 
www.festivaldecaruaru.com.br

Loja Esposende Calçados do Ipojuca é denunciada por obrigar vendedores a limpar banheiros.


 Na manhã do último sábado, dia 30, representantes do Sindicato dos Comerciários do Ipojuca estiveram reunidos com funcionários da Loja Esposende Calçados por causa de diversas denuncias que foram protocoladas na ouvidoria da instituição sobre abuso de poder e coação que vendedores, crediarista, caixa, gerente e até menores aprendizes vem sofrendo por se negarem a desviar sua função, sendo obrigados a limpar o salão (chão) da loja, banheiros e até mesmo arrumar e limpar o estoque.
    O Sindicato ao apurar as denúncias, verificou escalas distribuídas nas dependências da loja onde descreve os nomes dos funcionários escalados para limpeza e arrumação da loja e do estoque durante o mês, dentre as escalas, uma chamou a atenção pelo tema descrito “DIA DE PRINCESA”, aludida ao trabalhador(a) que terá o seu dia de princesa ao limpar o banheiro da loja.
      O problema tem sido discutido e combatido desde o mês de maio deste ano, o Sindicato Profissional realizou audiência no Ministério do Trabalho e Emprego de Pernambuco com a empresa em questão em busca de uma solução para o problema. Mesmo diante das constantes tentativas de conciliação, a empresa vem se negando a revolver o problema, e durante o mês de outubro, trabalhadores receberam advertências e vem recebendo punições por se negarem a desviar a sua função de origem.   
      É importante salientar que o desvio de função é ilegal, conforme prevê o  Art. 468 da CLT, e que há precedentes jurisprudenciais que visa inibir tal abuso por parte das empresas, a exemplo da Orientação Jurisprudencial OJ nº 125 do TST.
     Diante das prerrogativas normativas e jurisprudenciais existentes, o sindicato profissional entende abusiva a atitude da empresa que busca a todo custo o enriquecimento ilícito a custas dos trabalhadores. Devido às circunstâncias e os fatos apresentados, o caso foi levado ao Ministério Público do Trabalho, além de que o Sindicato pedirá reparação na Justiça do Trabalho a todos os trabalhadores prejudicados.
     "A convenção coletiva da categoria regulamenta a atividade dos serviços gerais justamente para que estes profissionais realizem as atividades de limpeza e organização dentro das lojas, vendedores, crediaristas, gerente de loja, estoquista, motoristas, carregadores etc., já tem responsabilidades de sobra, e não podem desempenhar funções adversas senão a que fora contratado, esses trabalhadores merecem respeito” destacou o presidente do sindicato obreiro o Sr. Alex Gomes.
Representando o Sindicato Profissional, participaram da reunião os diretores; Ana Maria, Alex Gomes e Wilson Barbosa.
Departamento de Comunicação Social do Sindtecomercio-Ipojuca

Fonte: http://www.comerciariosipojuca.org.br/portal/index.php/79-novidades/163-esposende


Filme: O Jovem Karl Marx (Raoul Peck, 2017)



"O Filme "O Jovem Karl Marx" apresenta parte da juventude de Karl Marx, de 1842 até 1848, sua vida pessoal, dilemas, bem como as polêmicas e lutas políticas em anos conturbados politicamente e sua passagem e expulsão de diversos países (foi expulso da Alemanha, França e Bélgica). Dirigido por Raoul Peck, diretor haitiano e que ficou conhecido com seu documentário "Eu não sou seu negro", que tematiza a questão racial, é um filme extremamente importante por destacar uma das figuras mais famosas da história do pensamento ocidental e das lutas políticas da modernidade. O destaque do filme é a luta de Marx para fazer avançar o movimento operário, numa época dominada pelo "socialismo sentimental", o que o faz, ao lado de Engels, entrar num embate político e intelectual, cujo resultado foi o enfraquecimento do utopismo e constituição de uma expressão teórica do movimento revolucionário do proletariado, o marxismo. O filme ajuda a compreender melhor Karl Marx, o seu contexto histórico e evolução política e intelectual."
O filme foi exibido, no Brasil, pioneiramente pelo Ruptura - Espaço Cultural
Legendas: Nildo Viana

Fonte: https://www.facebook.com/darcyribeirobrasil/?hc_ref=ARSSpKurErQrsBqeTJvt10ZzwSsoxaz6JKDDVErvd2nNJ9KlOFc_xiwChcgGlhwD6_o&fref=nf&pnref=story

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Projeto: “Liberdade do Corpo e da Mente” ZUMBA E RITMOS

























Em janeiro deste ano, dentro do trabalho de base que o Sindicato dos Comerciários de Caruaru vem desenvolvendo junto a sua categoria, foi criado o Projeto “Liberdade do Corpo e da Mente” Zumba e Ritmos. Projeto este, que assiste a categoria comerciária, aberto também para toda a população.
Para participar, o(a) comerciário(a) associado(a) e seus dependentes terão que contribuir com uma quantia de R$ 20,00 mensais e terão que comparecer na sede do SINDECC para fazer sua inscrição munido de sua Carteira de Sócio.
Para o público em geral o valor da mensalidade será de R$ 30,00. As aulas acontecem sempre nas terças e quintas, nos horários das 18h30 às 19h30.
Aula de Dança: Zumba e Ritmos
Professor Marcos Mercury
Hora: 18h30 às 19h30
Local: SINDECC
Endereço: Rua do Norte, 38, Centro, Caruaru / PE
Informações pelos telefones: 81.3721.2894 / 9.9937.6674

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Fim de semana de teatro em Caruaru




Comece o fim de semana culturalmente bem com a peça:

> Auto da Compadecida de Ariano Suassuna
Onde? No Teatro Rui Limeira Rosal (Sesc Caruaru)
Quando? Dia 29 de setembro, às 20h
Valor do Ingresso? R$ 10,00 (preço único)
Reserva de Ingressos:
(81) 9.9500.3727 (WhatsApp Pedro)
(81) 9.9697.7604 (WhatsApp Jackson).
Com informações: Auto da Compadecida - TEA (página Facebook)


Aniversário de 76 anos do SINDECC

























Neste 26 de setembro, data comemorativa ao aniversário de 76 anos do SINDECC, foram realizadas várias atividades na sede do sindicato, desde às 07h horas da manhã, quando foi iniciada a Feira da Reforma Agrária com produtos naturais: verduras, frutas, condimentos, bolos e comida vegetariana.
Também foram realizadas ações de cidadania como: aferição de pressão, consulta com o fisioterapeuta Gustavo Henrique, além de Workshop de Maquiagem com Herivelton Barbosa. A nutricionista Israely Táfnis deu palestras sobre alimentação saudável, tudo isso dentro do cronograma de atividades elaborado pelos diretores e funcionários do SINDECC para fazer deste dia uma data memorável e marcante na história deste sindicato.
Aos 76 anos de existência, o SINDECC segue firme no que se propõe a fazer; assistindo sua categoria com departamento contábil à disposição dos comerciários, bem como um setor jurídico assegurando seus direitos.
Esse dia foi histórico e vai ficar em nossas mentes, pois entendemos que o sindicalismo classista vai além do prédio físico, ele dialoga com a sociedade de forma geral. Agradecemos imensamente cada pessoa e agremiação que fizeram este dia acontecer, ano que vem teremos muito mais. Vida longa ao SINDECC!!!


Fotos e texto: Ricardo Soares (imprensa SINDECC)

terça-feira, 26 de setembro de 2017

76 anos do SINDECC - Gustavo Henrique (Fisioterapeuta)


Atendimento de Fisioterapia e Workshop de Maquiagem nos 76 anos do SINDECC

Neste dia 26 de setembro, aniversário de 76 anos do SINDECC, estamos com alguns serviços para a categoria e população, dentre eles: atendimento com o fisioterapeuta Gustavo Henrique (CREFITO 244505-F) e Workshop de Maquiagem com Herivelton Barbosa. Venha participar.







Feirinha de Produtos Orgânicos nos 76 anos do SINDECC

Neste dia 26 de setembro, aniversário de 76 anos do SINDECC, estamos com uma feirinha de produtos orgânicos em nossa sede. Venha conferir.   





segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Feira da Reforma Agraria amanhã nos 76 anos do SINDECC


Amanhã, dia 26 de setembro de 2017, aniversário de 76 anos do SINDECC, teremos uma série de atividades na sede do sindicato e, a partir das 07h, iniciaremos a Feira da Reforma Agraria com os seguintes produtos:
Batata doce, Inhame, Macaxeira, Abóbora, Banana, Coentro, Alface, Cebola, Couve, Rúcula, Goiaba, Abacaxi, Tomate, Galinha caipira, Ovo, Feijão e Maxixe. 

Teremos ainda os produtos Normandia:

Bolo Macaxeira, Bolo Mandioca, Bolo Cenoura, Bolo Chocolate, Bolo Laranja






Aconteceu neste domingo (24), o I Encontro de Instrutores e Interpretes de Libras do Agreste

Aconteceu neste domingo (24), na sede do SINDECC, o I Encontro de Instrutores e Interpretes de Libras do Agreste.

Para maiores Informações sobre o Curso de Libras, entrar em contato com o Prof. Adriano Santana (81) 9.9641.6971